O sorriso.

Seu sorriso toma todo o espaço: se torna o único alvo dos meus olhos.
Esses que um dia observara tanto, sorria, chorava e que era totalmente sensível às emoções do espaço, hoje não vê mais necessidade em observar outro a não ser seu sorriso perfeitamente simetrico.
Por milhares de motivos físicos e psicológicos. Por ser esporádico. Por ser único. Por meu tamanho ser proporcinal ao meu vício.
Porém, algo é certo: ao vê-lo, uma série de sensações percorrem meus nervos oculares, ricocheteiam em meu cérebro e desce minha espinha em forma de choques elétricos terapeuticos.

2797Capistrano

Anúncios